Home  /  Sexualidade No Brasil, Não Há Educação Sexual Adequada

No Brasil, Não Há Educação Sexual Adequada

“EDUCAR É PREPARAR A PESSOA PARA QUE DESENVOLVA MODELOS PRÓPRIOS”.

Não existe, no Brasil, um projeto coerente de educação sexual, apesar de a maioria dos problemas relacionados com sexualidade terem origem na falta de orientação adequada. A educação sexual se limita à família e à escola, e que pais e professores quase sempre não estão preparados par isso.

Eles acabam transformando educação sexual em palestras sobre reprodução. É mais fácil falar em fecundação, ovulação do que em desejo.

Os profissionais de saúde ou educação têm informação muito específica. Pedagogos, pouca ou nenhuma informação recebem sobre anatomia e fisiologia. A formação curricular de médicos, enfermeiros, psicólogos é praticamente nula em assuntos referentes às características sociais de nossa época. Isso sem falar da absoluta ausência de informações curriculares sobre a fisiologia da resposta sexual humana.

Há uma confusão entre informação e educação. Uma palestra é informação e não educação. O ideal é não levar o médico à escola, mas sim ensinar o professor.

Depoimentos


Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/drmal031/public_html/modules/mod_rsmonials/mod_rsmonials.php on line 61

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/drmal031/public_html/modules/mod_rsmonials/mod_rsmonials.php on line 43
Que bom viver sem a famigerada TPM. Os implantes hormonais me deram nova vida, com maior definição muscular e menos celulite. Para nós modelos profissionais tudo fica mais fácil, isso sem contar a segurança anticoncepcional.

Thalyta Pugliese - Modelo - 06.04.11

DST

Gravidez

Implantes

Métodos Contraceptivos

Menopausa

Menstruação

Saúde da Mulher

Sexualidade