Home  /  Sexualidade Desejo Sexual. Triste e Doce Realidade

Desejo Sexual. Triste e Doce Realidade

Interessante leitoras como nós, os homens, adoramos varrer os fatos para de baixo do tapete social e viver o mundo da fantasia.
Existe coerência nesse ilusionismo, pois somos animais simbólicos.
O que quer dizer isto?
Significa que amores e desamores brigam na nossa vida mental evitando encarar a triste e doce realidade do amor e do sexo.
Pois é sexo com amor é maravilhoso. Um ideal humano.
Sexo sem amor é coisa de homem promiscuo ninfomaníaca.
Na nossa lógica mental cada um dos sexos vê o outro “como quer ver”.
Nossos valores, nosso princípios, ou seja, nossos símbolos.
Classifica o sexo e o amor de acordo com seus parâmetros.
Independente da cultura; o médico, o jornalista, o publicitário, a advogada é governada por um tirano chamado “Papai sabe tudo”.

Todos nós temos um “Papai sabe tudo” dentro de nós.
Assim fica difícil aceitar as diferenças entre os sexos. E o amor não foge dessa lógica.

Por isso a biologia e os fatos são sempre negados em nome da fantasia de que a cultura e a educação dominam a natureza.
Sexo é natureza e a sociedade uma frágil defesa na atenuação dessa realidade.
Sexualidade é igual diferença e amor é de contradição. Tua dor, leitora é também a minha dor.
Tentar explicar as diferenças entre a crônica ansiedade sexual do homem e acíclica mulher pela lógica é como esperar o Papai Noel e o presente e o presente vir embrulhado da butique do vizinho.
Escancarar a realidade sem parecer agressivo e machista não é tarefa simples.
É preciso “poetizar” para amenizar a realidade da barbárie sexual humana.

Não é isso que exige um estado de ilusão!
Por isso, acredite sempre nos seus sonhos.

Depoimentos


Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/drmal031/public_html/modules/mod_rsmonials/mod_rsmonials.php on line 61

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/drmal031/public_html/modules/mod_rsmonials/mod_rsmonials.php on line 43
Com todos os papéis de supermulher que temos que cumprir hoje em dia fica difícil não fazermos juz ao rótulo de complicadas. Quer saber, eu sou complicada sim. Adoro um “Ismo” na minha vida, Romantismo, sentimentalismo... O importante é se sentir inteira, aceitando os defeitos e principa...

Sheila Mello - bailarina e atriz - 28.08.09

DST

Gravidez

Implantes

Métodos Contraceptivos

Menopausa

Menstruação

Saúde da Mulher

Sexualidade